Prefeitura de Guarulhos abre concurso para área da Educação.


PREFEITURA DE GUARULHOS; foto: Sidnei Barros/PMG.

foto sidnei barros_creche 24A Prefeitura de Guarulhos anunciou na edição do Diário Oficial do Município desta sexta-feira (24) a abertura de concurso público para 37 vagas na área da Educação. As inscrições começam nesta segunda-feira (27) e vão até o dia 18 de novembro, devendo ser feitas pela internet no site www.ibamsp-concursos.org.br/ Desempregados, que comprovarem esta situação, podem solicitar a isenção de pagamento da taxa de inscrição somente nos dias 29, 30 e 31 de outubro, na Secretaria de Administração e Modernização (avenida Presidente Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 1.041, Vl. Augusta),  conforme estabelecido no edital de abertura publicado no Diário Oficial do Município.

Para professor de educação infantil (atuação multidisciplinar na Educação Infantil – creche) há 30 vagas, o salário oferecido é de R$ 2.135,19 para 30 horas semanais e a taxa de inscrição é de R$ 59,00. Na função de professor de educação básica – Educação Artística são cinco vagas, com salário de R$ 2.009,29 para carga horária de 25 horas semanais, e taxa de inscrição de R$ 78,00. Já para supervisor de escolar, o salário é de R$ 5.732,73 para 40 horas por semana, a taxa de inscrição é de R$ 87,00 e são oferecidas duas vagas.

O edital completo com as exigências de escolaridade pode ser conferido nos sites   www.ibamsp.org.br ou www.guarulhos.sp.gov.br. Mais informações podem também ser obtidas na Seção de Gestão e Recrutamento e Seleção da Secretaria de Administração e Modernização pelo telefone 2423-7436/7471.

Publicado em Acessibilidade, Bonsucesso, Brasil, Comunicação, Educação, Emprego, Guarulhos, Inclusão social, Prefeitura de Guarulhos, São Paulo, Serviço social | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A Veja foi o melhor panfleto de campanha do Aécio, diz Lula.


Ex-presidente divulgou vídeo no qual faz duras críticas à publicação da Editora Abril.

Filippo Cecilio, do R7.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em vídeo divulgado nesta quinta-feira (30), que a revista Veja foi “o melhor panfleto da campanha do Aécio”. A publicação da Editora Abril trouxe, a dois dias do segundo turno, uma reportagem que afirma que Lula e a presidente Dilma Rousseff sabiam do esquema de corrupção na Petrobras.

— Se você olhar a Veja como uma revista de informação, você fica muito nervoso pela quantidade de mentiras. Agora, se você olhar a Veja como um panfleto da campanha do Aécio, você sofre menos. Você dá de barato que ela aderiu a um candidato, fez um panfleto e fez a campanha. Não leio a Veja há muitos anos porque não levo a revista a sério. Mas ela se definiu ideologicamente há muito tempo. Ela odeia o PT e os governos do PT. Ao invés de ficarmos nervosos e irritados, temos que saber que é uma revista de oposição ao governo e pronto.

O ex-presidente afirmou ainda que as ofensas contra o PT durante o processo eleitoral ajudaram a disseminar o ódio.

— Você pode disseminar a divergência, é próprio da democracia. Você pode não gostar do PT, mas tem de respeitar o PT.

Segundo ele, sem um governo petista “uma grande parcela da sociedade estaria marginalizada como sempre esteve”.

—Toda vez que aparece alguém disposto de cuidar do mais marginalizado, tem gente que não gosta, que fica com certo ódio.

Sem citar o mensalão e o fato de ex-lideranças do partido estarem presas, Lula afirmou ainda que apesar de o PT ter “muito serviço prestado ao País”, o partido tem que punir quem comete erros.

—O PT precisa saber, na hora que o PT comete erros, na hora que o PT se mete em coisa que não deva se meter, que no governo petista temos que ser mais sérios que no governo tucano, e que nós temos que investigar. E que se tiver que ser punido o petista, que seja punido o petista.

Publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Comunicação, cultura, Eleições 2014, Governo, Governo Federal, Inclusão social, Politica, Saúde, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

MANDATO DO VEREADOR CLAUDILSON PEZÃO ESTEVE PRESENTE JUNTAMENTE COM MILITÂNCIA PRESENTE NA FESTA DE REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF EM GUARULHOS.


Mandato do Vereador Claudilson Pezão esteve presente juntamente com militância na festa de reeleição da presidente Dilma Rousseff, na praça Getúlio Vargas – Guarulhos.

10744567_1704944769731220_1174949063_nAutoridades, militantes, simpatizantes lotaram a praça Getúlio Vargas para comemorar a reeleição da presidente Dilma(PT), como de costume houve muito barulho embalados pelos jingles da campanha.

10476156_1704941889731508_4043694_nA militância estava ansiosa e confiante na vitória da presidente Dilma Rousseff, algo que se consolidou por voltas das 20:30 quando foi anunciada a vitória da candidata do PT, houve festa em todo Brasil e Guarulhos por sua vez não foi diferente.

 

 

Publicado em Acessibilidade, Bonsucesso, Brasil, Copa do Mundo, economia, Educação, Emprego, Governo, Governo Federal, Guarulhos, Noticías do Mundo, São Paulo, Serviço social, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

VEREADOR CLAUDILSON PEZÃO ORGANIZA CARAVANA DE APOIO A REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF NA REGIÃO DE BONSUCESSO.


Vereador Claudilson Pezão organiza caravana de apoio a releição da presidente Dilma Rousseff na região de Bonsucesso.

10732423_1704295196462844_1659522489_oO Mandato do Vereador Pezão organizou um movimento na região de Bonsucesso em apoio a reeleição da Presidenta Dilma Rousseff,  hoje dia ,25/10/2014.

10733426_1704294069796290_1928248213_nA mobilização do Mandato e populares ocorreu em toda a região de Bonsucesso com o apoio da militância do Partido dos Trabalhadores a presidenta Dilma Rousseff.

10743264_1704294409796256_1784379738_nO Mandato do Vereador Pezão organizou uma atividade com carreata por toda a região de Bonsucesso, recebendo o carinho da população que aos poucos foram aderindo ao movimento.

150881_476882685698410_2110232154_n4

Publicado em Acessibilidade, Bonsucesso, Brasil, economia, Governo, Governo Federal, Guarulhos, Inclusão social, São Paulo, Serviço social, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O PT FOI O PARTIDIO QUE DIMINUIU A POBREZA NO BRASIL, SAIBA PORQUE?


O PT diminuiu a pobreza no Brasil em 50%, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, pois dividiu a renda para todos.

10635766_959492070742951_2725868798408274451_nO PT criou o PROUNI, que levou 1 milhão e 200 mil estudantes pobres a universidade.

PRONATECO PT criou o PRONATEC, que levou de 2014 terá 8 milhões de alunos pobres cursando gratuitamente o ensino técnico e aprendendo uma profissão.

O PT construiu 18 novas universidades.

Semas_Bolsa-Família_Cartão-1O PT criou o Bolsa Família, o maior programa de Transferência de renda do mundo, que diminuiu a desnutrição e a mortalidade infantil, colocou as crianças na escola e melhorou a qualidade de vida do povo mais pobre.

download (1)O PT fez o Luz para Todos, que levou eletricidade para 15 milhões de pessoas que antes não tinham acesso a luz elétrica.

minha_casaO PT criou o Minha Casa, Minha Vida, que já construiu e contratou mais de 3 milhões de casas para pessoas de baixa renda.

O PT aprovou o PNE que destinará 10% do PIB para a educação, além de ter aprovado 75% dos royalties do pré-sal para a educação.

mais-médicosO PT trouxe 14.000 médicos estrangeiros, no Programa Mais Médicos, para atender uma população de baixa renda de quase 50 milhões de pessoas que antes não tinham acesso ao profissional médico.

download (2)O PT fez o Programa Água para Todos, que já construiu 500 mil cisternas no nordeste e também está concluindo a transposição do Rio São Francisco, que levará água para 12 milhões de nordestinos durante a seca.

O PT diminuiu o desemprego de 12% em 2002 para 5% em 2014, atingindo a menor marca histórica do desemprego.

inflacaoO PT diminuiu a inflação média de 9% com FHC para 6% nos governos Lula e Dilma.

1932337_751685174885076_7570323081809404852_nO PT  triplicou o orçamento da saúde e da educação. O orçamento federal da saúde era de 25 bilhões, e da educação 33 bilhões em 2002. Agora o orçamento federal da educação está em 104 bilhões e da saúde está em 106 bilhões.

pacO PT criou o PAC, que já investiu 665 bilhões em obras de infraestrutura no Brasil.

O PT criou 340 escolas técnicas em todo o Brasil, mais que o dobro do que foi construído em toda a sua história, que foram 140 escolas técnicas até 2002.

imagesO PT criou o Programa Farmácia Popular, que leva remédios à população a preço de custo, e também o SAMU, que faz um atendimento personalizado e rápido a vítimas de acidentes e doenças.

10458036_663497633719240_8469937713544225936_nO PT pagou a dívida com o FMI e se tornou credor internacional, podendo emprestar dinheiro a outros países e impedindo que organismos internacionais possam decidir a política nacional por força de dívidas do país, como ocorria até 2002. Hoje o PT na presidência acumulou o montante de 385 bilhões de reais em reservas.

O PT fez a desoneração total dos impostos federais da cesta básica.

salario_minimoO PT aumentou a renda do trabalhador e o poder de compra do salário mínimo. O salário mínimo que em 2002 valia 70 dólares, hoje vale aproximadamente 320 dólares. Graças a política de valorização do salário mínimo, seu poder de compra é o maior desde 1979, superando em muito o salário mínimo da era FHC.dilshttps://www.facebook.com/claudilson.pezao.5on.leite@bol.com.brG15claudilson.leite

Publicado em Acessibilidade, Alimentação, Bonsucesso, Brasil, cultura, Curiosidades, Deficiência, Deficiência fisica, economia, Educação, Governo, Governo de São Paulo, Governo Federal, Guarulhos, Habitação, Inclusão social, Medicina, Moradia, Noticías do Mundo, Politica, Saúde, São Paulo, Serviço social, Transporte, Trânsito, Turismo | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

32 capas de jornal que vão te lembrar como foi o Brasil dos anos 90 e o governo FHC, que terá o mesmo ministro caso Aécio ganhe as eleições.


Desemprego. Arrocho salarial. Apagão elétrico. Escândalos. Mendigagem ao FMI e, claro…privatizações. Relembre.

Por Paulo Henrique Amorim, em Conversa Fiada

Fernando ​Henrique Cardoso governou o Brasil por 8 anos. Entre 1995 e 2002, colecionou fracassos e terminou o seu segundo mandato com 26% de aprovação.

​(​Lula, apenas como comparação, saiu do Governo aprovado por ​87% dos brasileiros.)

Príncipe da Privataria​ não empolgou nem seus correligionários. Tanto que Padim Pade ​​Cerra e Geraldo Alckmin não defenderam o legado de FHC em suas disputas eleitorais. Ambos o esconderam e não dividiram o palanque com o grão-tucano.

Afinal, como se sabe, o FHC vendeu as joias da família e aumentou a dívida da família. Um “jênio”!

Mas o tempo passa e, 12 anos depois de seu mandato, inúmeros feitos de FHC foram esquecidos. O Conversa Afiada, sempre preocupado em ajudar, relembra momentos marcantes do tucano. As manchetes da época são suficientes para matar a saudade de FHC.

18

ss+(2014-10-07+at+11.13.59)

ss+(2014-10-07+at+11.12.56)

ss+(2014-10-07+at+11.00.51)

ss+(2014-10-07+at+11.00.31)

FHC_SOBEM_PRE_OS_DE_GAS_GASOLINA_E_DIESEL

BhLlje7CAAAT1Wc-640x320

1902949_712119642207747_5855818443585340174_n

131

111

32

31

30

2826

25

24

22

02221

20

19

17

15

14

011

10

07-869x1024

06

05

03

 

Publicado em Acessibilidade, Aposentadoria, Brasil, cultura, Deficiência, Deficiência fisica, economia, Educação, Eleições 2014, Emprego, Governo, Governo Federal, Guarulhos, Idoso, Inclusão social, meio ambiente, Moradia, Noticías do Mundo, Prefeitura de Guarulhos, Prefeitura de São Paulo, Saúde, Saneamento, São Paulo, Serviço social, Tecnologia, Transporte, Turismo, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Desemprego tem a menor taxa para setembro desde 2002, diz IBGE.


Anay Cury e Cristiane CardosoDo G1, em São Paulo e no Rio.

Índice passou de 5% em agosto, para 4,9% no mês seguinte.
Salário médio dos trabalhadores ficou em R$ 2.067,10.

Anay Cury e Cristiane CardosoDo G1, em São Paulo e no Rio.

10450968_536777353119012_1280826773877095708_nA taxa de desemprego caiu em setembro para 4,9% no conjunto das seis regiões metropolitanas, depois de marcar 5% no mês anterior.  O índice é o menor para meses de setembro desde o início da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2002. No mesmo período do ano passado, o desemprego ficou em 5,4%.

A quantidade de pessoas desocupadas chegou a 1,2 milhão e mostrou estabilidade na comparação com agosto. Já frente a setembro do ano passado, foi registrada queda de 10,9%. Quanto à população ocupada, que bateu 23,1 milhões, não houve variação nem em relação ao mês anterior nem diante de setembro de 2013.

“Ao longo de 2014, as comparações anuais [comparação entre os meses do ano anterior] mostram que você tem redução da procura, aumento da inatividade. E essa redução da procura de fato acaba diminuindo a taxa. A taxa cai porque menos pessoas buscam a posição no mercado. Você não vê redução significativa de postos, mas não observa formações significativas de postos. A população ocupada não vem se movimentando”, disse Adriana Araújo Beringuy, técnica da Coordenação de Rendimento e Emprego do IBGE.

O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado atingiu 11,7 milhões, ficando estável em ambas comparações.

RENDIMENTO MÉDIO DOS TRABALHADORES (em R$)
Empregados com carteira no setor privado 1.886,00
Empregados sem carteira no setor privado 1.437,70
Militares e funcionários públicos 3.596,60
Pessoas que trabalharam por conta própria 1.773,20
Fonte: IBGE

“Se as pessoas estão desistindo de procurar, ou se estão adiando a procura, são decisões diferentes que impactam a mesma variável, ou seja, a PD [população desocupada] cai. Mas se estão procurando e não acham, não tem como se avaliar. Afirmar que as pessoas não param de buscar porque não acham não está muito aderente ao que a gente vem observando na série histórica que é chamada de pessoas desalentadas”, completou.
Na análise regional, em relação a agosto, a desocupação cresceu no Rio de Janeiro, de 3% para 3,4%, e diminuiu em São Paulo, de 5,1% para 4,5%. Nas outras regiões pesquisadas, não houve variação. No entanto, quando são comparados os mesmos meses de 2012 e 2013, observa-se que a taxa avançou em Porto Alegre, de 3,4% para 4,9%, mas recuou em São Paulo, de 5,8% para 4,5%, e no Rio de Janeiro, de 4,4% para 3,4%. No restante das regiões metropolitanas, as taxas ficaram parecidas frente a um ano atrás.
“Regionalmente, o Rio de Janeiro tem aumento dessa taxa de desocupação, sobretudo em função do aumento da procura no mês da região. E São Paulo teve queda no mês em função da redução da procura na região. Na comparação anual, Rio de Janeiro apresenta queda. E Porto Alegre foi a única região que aumentou de forma significativa a taxa na comparação de 12 meses”, explicou.
Segundo a especialista do IBGE, tanto Rio de Janeiro quanto São Paulo registram a menor taxa de desocupação para o mês de setembro desde o início da série.
Salário estável

downloadO salário médio dos trabalhadores ficou em R$ 2.067,10 – um aumento de 1,5% em relação a um ano atrás. Mas, frente a agosto, ficou praticamente estável. Nessa base de comparação, os salários aumentaram no Recife (3,6%) e em Porto Alegre (4,2%), mas caíram em Salvador (2%), em Belo Horizonte (1,%) e em São Paulo (0,6%).
Frente a setembro de 2013, mostraram aumentos os salários dos trabalhadores do Recife (7,4%), do Rio de Janeiro (6,4%) e de Porto Alegre (6,3%). Em Salvador, ficou 6,1% menor e, em Belo Horizonte, recuou 2,7%.
Desempenho por setores
03Governo FHC.

Entre todos os setores analisados pelo IBGE, o desemprego do setor de construção mostrou a maior variação. Em relação a agosto, houve queda de 3,5%, ou seja, 63 mil pessoas a menos. Na comparação com o nono mês de 2013, o recuo foi ainda maior, de 6,4%, nas indústrias (6,4%). Em outros serviços, foi registrada alta de 3,3%.
A população não economicamente ativa foi estimada em 19,2 milhões de pessoas, indicando estabilidade sobre agosto e alta de 3,7% diante de setembro do ano passado.

Publicado em Acessibilidade, Alimentação, Bonsucesso, Brasil, economia, Eleições 2014, Emprego, Governo, Governo Federal, Guarulhos, Inclusão social, Noticías do Mundo | Deixe um comentário