Tire todas sua dúvidas sobre Microcefalia !!


microcefaliaMicrocefalia é uma condição neurológica rara em que a cabeça e o cérebro da criança é significativamente menor do que a de outras da mesma idade e sexo. A microcefalia normalmente é diagnosticada no início da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento.

Crianças com microcefalia têm problemas de desenvolvimento. Não há uma cura definitiva para a microcefalia, mas tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e qualidade de vida. A microcefalia pode ser causada por uma série de problemas genéticos ou ambientais.

Causas

Microcefalia é o resultado do crescimento abaixo do normal do cérebro da criança ainda no útero ou na infância. A microcefalia pode ser genética. Algumas outras causas da microcefalia são:

  • Malformações do sistema nervoso central
  • Diminuição do oxigênio para o cérebro fetal: algumas complicações na gravidez ou parto podem diminuir a oxigenação para o cérebro do bebê
  • Exposição a drogas, álcool e certos produtos químicos na gravidez
  • Desnutrição grave na gestação
  • Fenilcetonúria materna
  • Rubéola congênita na gravidez
  • Toxoplasmose congênita na gravidez
  • Infecção congênita por citomegalovírus.

 

Doenças genéticas que causam a microcefalia podem ser:

Síndrome de DowSíndrome de Cornelia de Lange

Síndrome Cri du chat

Síndrome de Rubinstein – Taybi

Síndrome de Smith-Lemli–Opitz

A microcefalia normalmente é detectada nos primeiros exames após o nascimento em um check-up regular. Contudo, caso você suspeite que a cabeça de seu bebê é menor do que a de outros da mesma idade ou não está crescendo como deveria, fale com seu médico.

O Ministério da Saúde confirmou recentemente a relação entre o Zika vírus e o surto de casos de microcefalia no nordeste do país em 2015. A febre zika, ou simplesmente zika vírus, é uma infecção causada pelo vírus ZIKV, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo transmissor da dengue e da febre chikungunya. Por se tratar de algo novo, não descrito anteriormente na literatura médica, ainda não se sabe exatamente como funciona a relação entre os problemas.

De acordo com o Ministério da Saúde, as investigações sobre microcefalia e o Zika vírus devem continuar para esclarecer questões como a transmissão desse agente, a sua atuação no organismo humano, a infecção do feto e período de maior vulnerabilidade para a gestante. Em análise inicial, o risco está associado aos primeiros três meses de gravidez.

A microcefalia normalmente é detectada pelo médico nos primeiros exames após o nascimento em um check-up regular. Contudo, caso você suspeite que a cabeça de seu bebê é menor do que a de outros da mesma idade ou não está crescendo como deveria, fale com seu médico.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma microcefalia são:

  • Clínico geral
  • Pediatra
  • Neurologista
  • Neurologista infantil.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico da microcefalia. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Você consumiu algum medicamento na gestação?
  • Você teve alguma doença na gestação?
  • Você fez uso de álcool, cigarro ou outras drogas na gestação?
  • Desde quando você notou a diferença no tamanho da cabeça da criança?.

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Para microcefalia, algumas perguntas básicas incluem:

  • Qual é a causa mais provável da microcefalia?
  • Meu filho precisa de quaisquer testes adicionais? Se assim for, estes testes requerem qualquer preparação especial?
  • Quais são os tratamentos disponíveis para a microcefalia?
  • Qual você acha que é o mais indicado o meu filho?
  • Caso tenha mais filhos, quais os riscos de eles terem microcefalia?
  • Há algum folheto, site ou outros materiais nos quais consiga mais informações sobre microcefalia?.

Não hesite em fazer outras perguntas sobre microcefalia, caso elas ocorram no momento da consulta.

microcefalia (1)Diagnóstico de Microcefalia

A microcefalia é diagnosticada por meio do acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança. O médico irá colocar uma fita métrica em torno da cabeça e medir seu tamanho. Esta medida e também o tamanho da criança serão feitas durante os primeiros anos de vida e comparadas com uma tabela padronizada a fim de determinar se a criança tem microcefalia.

O médico também pode solicitar exames como: tomografia computadorizada da cabeça, ressonância magnética e exames de sangue para ajudar a determinar a causa da microcefalia.

Tratamento de Microcefalia

Não há tratamento medicamentoso para a microcefalia que possa ser capaz de fazer a cabeça da criança voltar ao normal. É orientado realizar terapias para melhorar as habilidades da criança, como a fala. Portanto, o médico poderá recomendar a fisioterapia, terapia ocupacional e outras formas de tratamentos orientadas.

Complicações possíveis

A criança com microcefalia pode apresentar:

  • Déficit intelectual
  • Atraso nas funções motoras e de fala
  • Distorções faciais
  • Nanismo ou baixa estatura
  • Hiperatividade
  • Epilepsia
  • Dificuldades de coordenação e equilíbrio
  • Alterações neurológicas.

Algumas crianças com microcefalia podem não apresentar problemas de aprendizado.

Prevenção

Se a causa da microcefalia for genética é possível preveni-la. Por isso é importante fazer o aconselhamento genético antes de engravidar.

Além disso, a melhor forma de se prevenir não só a microcefalia, mas diversas outras condições de saúde, é a realização do pré-natal durante a gravidez.

Dentre as recomendações médicas para prevenir a microcefalia também estão:

Não ingerir álcool durante a gravidez: o consumo de álcool predispõe o bebê a diversas doenças, como Síndrome do Alcoolismo Fetal e microcefalia.

Não utilizar medicamentos sem a orientação médica: alguns medicamentos podem interferir na formação fetal, inclusive causando uma má formação do cérebro como a microcefalia. É importante que a gestante não tome nenhum tipo de medicamento sem orientação médica.

Evitar contato com pessoas com febre ou infecções: qualquer infecção pode dar alguma alteração no desenvolvimento do feto, desde uma rubéola e citomegalovírus, até a dengue, febre zika e febre chikungunya. Por isso é importante evitar a exposição geral a doenças.

Entenda a relação entre microcefalia e Zika vírus.

Proteger-se da picada dos mosquitos: como há a possibilidade da microcefalia ser causada pelo vírus zika, que por sua vez é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti – além das complicações já sabidas nos casos de dengue, por exemplo – uma das recomendações do Ministério da Saúde é evitar se expor ao mosquito. O que pode ser feito eliminando os criadouros dele, ou seja, retirar recipientes que tenham água parada e cobrir adequadamente locais de armazenamento, além do uso de repelentes indicados para gestantes.

Publicado em Blog, Brasil, Deficiência, Doença, Governo de São Paulo, Governo Federal, Guarulhos, Prefeitura de Guarulhos, Saúde, Saúde e lazer, São Paulo, Serviço social, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Guarulhos decreta emergência para agilizar ações contra Aedes aegypti.


Prefeitura de Guarulhos. Foto: foto: Marcio Lino/PMG.

Assunto:Ação de combate à DENGUELocal:Anita GaribaldiData:27.02.2014Foto:Márcio Lino/PMG

Decreto publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira (26) institui situação de emergência em saúde pública por 180 dias em Guarulhos. A medida vai permitir ao poder público maior agilidade nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, possibilitando a realização de contratações emergenciais, mais rapidez nos processos de compra com dispensa de licitação e o ingresso forçado de agentes em imóveis particulares em caso de recusa e de risco à saúde.

Além disso, com a decretação de emergência, a Prefeitura fica autorizada a fazer o remanejamento de servidores das diversas secretarias municipais, bem como da Proguaru, Ipref e Saae, para reforçar as equipes de controle de endemias. No ano passado, a medida possibilitou a convocação de cerca de 300 trabalhadores de diversos setores para este fim.

Ingresso forçado em imóveis:

O ingresso forçado será uma medida adotada em caso de recusa ou de ausência de pessoas no imóvel para receber o agente, e quando sua entrada ao recinto for fundamental para a contenção da doença ou do agravo à saúde da vizinhança. Nesses casos, os responsáveis pela inspeção deverão elaborar relatório discriminando os riscos à saúde pública, documentado com fotos e ou filmagens, para comprovar a necessidade da intervenção.

Com o relatório em mãos, os agentes acionarão a autoridade sanitária, a Guarda Civil Municipal ou a Polícia Militar para acompanhar o trabalho, bem como chaveiro habilitado para abrir o portão. Ao entrar no imóvel, será lavrado Auto de Infração e Ingresso Forçado com fotos e ou filmagens do estado do local e das medidas que ali foram tomadas, inclusive dos eventuais focos encontrados, devendo constar do relatório os nomes de todos os participantes da ação e respectivas assinaturas.

Depois de adotadas as medidas de profilaxia e concluído o Auto de Infração e Ingresso Forçado, uma cópia deste documento será encaminhada ao dono do imóvel, em conformidade com o princípio constitucional da ampla defesa. Para a identificação do proprietário será utilizada a base de dados do Cadastro Técnico Municipal, por meio da inscrição cadastral.

Publicado em Blog, Bonsucesso, Brasil, Dengue, Doença, Guarulhos, Prefeitura de Guarulhos, Saúde, Saneamento, São Paulo, Serviço social, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

MANDATO DO VEREADOR CLAUDILSON PEZÃO EXECUTA NOVA VISTORIA E CONTINUA COBRANDO DESDE O ANO DE 2015 DA EDP BANDEIRANTES VÁRIOS TIPOS DE MANUTENÇÕES PARA O JARDIM ÁLAMO.


2014-01-27-11-34-57Mandato do vereador Claudilson Pezão faz vistoria em vários postes da EDP Bandeirantes no Jardim Álamo, que necessitam serem trocados como o da Padaria Central, (Esquina das Ruas Milton Venite e Irene Padilha Sobral), pois encontra-se em má estado podendo até cair e assim colocando em risco a vida da população que por ali transitam.

1919063_1082600665103514_2819218895990927005_nFizemos o pedido para que sejam realizadas as trocas de lâmpadas na Viela sem nome que liga a Avenida Marginal até a rua Marcos Antônio Salvador, e da Rua Marcos Antônio Salvador até Rua á Manoel de Freitas local que passa centenas de pessoas todos os dias e no período noturno esta muito perigoso pois todas as lâmpadas da viela encontram-se queimadas e o Mandato do Vereador Pezão vem desde o meio do ano de 2015 cobrando da EDP Bandeirantes que execute a manutenção.

2014-01-28-08-59-35-1Poste atrapalhando entrada de veículos.

Foram realizadas vistorias em vários postes, os quais alguns precisam serem trocados, pois ainda são de madeira e correm o risco de tombarem, e outros precisam de manutenção, tais como, troca de Lâmpadas, em ruas tais como Milton Venite, Irene Padilha Sobral, Manoel de Freitas, Marcos Antônio Salvador, Viela Sem Nome,etc;deixando os locais expostos na escuridão sem segurança.

2014-01-29-11-35-48-1 (1)Poste esticando a fiação a ponto de romper e causar um acidente.

“Encaminhamos novamente via ofício vários pedidos a EDP Bandeirantes, e aguardamos que nossa solicitação seja realizada, pois a situação está cada vez se agravando, continuaremos cobrando até o problema ser solucionado´´; Disse o Vereador Pezão.

150881_476882685698410_2110232154_n4

Publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, EDP Bandeirantes, Guarulhos, Manutenção, Prefeitura de Guarulhos, São Paulo, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ministro anuncia diagnóstico da zika, dengue e chikungunya simultâneos.


Fernanda RouvenatDo G1 Rio.

Expectativa é que teste esteja disponível no primeiro semestre deste ano.
Teste, no entanto, só detecta zika durante o período de infecção.

Uma importante inovação permitirá o diagnóstico simultâneo da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya. A informação foi anunciada pelo Ministro da Saúde, Marcelo Castro, em visita ao campus da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na manhã deste sábado (16).

De acordo com o Instituto, a novidade vai garantir maior agilidade para o diagnóstico realizado na rede de laboratórios do Ministérios da Saúde, além de reduzir os custos e permitir a substituição de insumos estrangeiros por um produto nacional. O novo teste demora cerca de três horas para ficar pronto e ter a liberação do resultado.

A expectativa é que o teste esteja disponível ainda no primeiro semestre deste ano. “Já estamos com 18 dos 27 laboratórios centrais equipados para receber esse teste e agora em fevereiro a Fiocruz vai produzir esses testes”, destacou o ministro. A estimativa de custo para a realização do diagnóstico é de US$ 20 por teste.

Teste só detecta zika durante período de infecção
O novo Kit NAT, porém, funciona por PCR — detecção de segmentos de material genético do vírus — e só é capaz de detectar os patógenos durante o período de infecção viral, que dura apenas alguns dias.

A Fiocruz e outros institutos de pesquisa do país ainda buscam maneiras de criar um teste do zika por sorologia, que avalia a reação do sistema imune do paciente. Esse tipo de teste, mais prático de realizar e capaz de identificar infecções passadas, por enquanto só existe para dengue e chikungunya.

a_zikaSó com o teste por sorologia, que pode ser realizado em postos de saúde, cientistas têm como começar a fazer um mapa mais preciso da disseminação do zika no país. Com a sorologia, grávidas em estágio avançado também poderão saber se tiveram ou não o vírus no início da gestação, com risco de comprometimento neurológico para o feto.

“Esses testes são os testes moleculares que permitem o diagnóstico da situação clínica dessas infecções. Basicamente, o que a gente pode fazer é amplificar pedaços específicos de cada um desses patógenos e dessa maneira a gente consegue dar alta sensibilidade porque em cadastros dessa reação a gente pode duplicar o número de amostras. A gente faz diferentes etapas pra chegar numa amplificação muito grande e a gente tem uma assinatura molecular muito específica, que permite diferenciar de maneira muito efetiva a sequência associada ao patógeno que foi originado na infecção”, explicou Marco Aurélio Krieger, vice-diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Prototipagem do Instituto Carlos Chagas (Fiocruz-Paraná).

a_kits1Kit NAT permitirá realizar a identificação simultânea do material genético dos três vírus (Foto: Fernanda Rouvenat / G1)

Agora, para o diagnóstico simultâneo, o Kit NAT Discriminatório para dengue, zika e chikungunya permitirá realizar a identificação simultânea do material genético dos três vírus e, além de evitar a necessidade de testes separados, o Kit NAT também oferece uma combinação pronta de reagentes que vão acelerar a análise das amostras e a liberação dos resultados.

O diagnóstico do zika vírus, atualmente, é feito por técnicas moleculares, com uso da técnica de RT-PCR em Tempo Real, que identifica a presença do material genético do vírus na amostra. Para isso, são usados reagentes importados e, para descartar a presença dos vírus dengue e chikungunya, é necessário realizar cada exame separadamente.

Segundo o ministro da Saúde, o Brasil tinha, em média, aproximadamente 150 casos de microcefalia por ano e, de outubro a dezembro do ano passado, nós tivemos 3.500 casos aproximadamente.

“É um caso tão grave que, em menos de 20 dias do surto de microcefalia em Pernambuco nó decretamos estado de emergência pública no país e a única vez que isso havia sido decretado tinha sido em 1917 na gripe espanhola”, disse o ministro.

A inovação é resultado do trabalho conjunto do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), com apoio do Instituto Carlos Chagas, do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães e do Isntituto de Tecnologia em Imunobiológicos.

Publicado em Blog, Bonsucesso, Brasil, Dengue, Doença, Governo, Governo Federal, Medicina, Noticías do Mundo, Saúde, São Paulo, Serviço social, Vacina, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Ação Solidária; Mandato do Vereador Claudilson Pezão aceita doações de cadeiras de rodas, Muletas, etc.


c3a7c3a7Mandato do Vereador Claudilson Pezão aceita doações de cadeiras de rodas, Cadeiras de banho, Muletas, etc; para estarmos repassando para pessoas que necessitam, favor entregar as doações na: Avenida Carmela Thomeu, 582, Vila Carmela-Guarulhos.

Para maiores informações entre em contato conosco de segunda à sexta-feira pelo telefone– 4963-6839.

150881_476882685698410_2110232154_n4

 

Publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Guarulhos, Inclusão social, Saúde, São Paulo, Serviço social, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Fácil Unidade Móvel se encontra em Bonsucesso !!


2014-01-07-15-11-161Entre os dias 11/01 a 29/01 o Fácil Móvel estará prestando atendimento em Bonsucesso na Rua dos Cordeiros, (em frente ao número 179) .

Atendimento: 2ª a 6ª feira, das 10h às 16h .

Assunto:Unidade Móvel Bonsucesso Local:Bonsucesso Data:14.06.2012 Foto:Márcio Lino/PMG

O Fácil Móvel disponibiliza mais de 700 serviços relacionados à Prefeitura e ao SAAE na Rede Fácil, como 2ª via de IPTU, levantamento e parcelamento de débitos, certidão negativa de tributos, atualiza- ção cadastral, solicitação de ligação de água, emissão de 2ª via da conta de água, protocolo e solicitações de serviços da Prefeitura, entre outros. A unidade móvel funciona numa carreta adaptada para atendimento, que se desloca pelos bairros e, desta forma, os moradores não precisam se locomover a um dos oito postos do Fácil, garantindo mais facilidade e comodidade no próprio bairro. Conta com o serviço de atendentes capacitados e treinados. Oferece, ainda, acessibilidade para pessoas com necessidades especiais, por meio de um elevador e possui sala de espera com 15 lugares.

150881_476882685698410_2110232154_n4

Publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Deficiência, Deficiência fisica, Guarulhos, Idoso, Inclusão social, Pavimentação, Prefeitura de Guarulhos, Proguaru, Saneamento, São Paulo, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Utilidade Pública: Chegada do verão e período chuvoso aumentam o alerta contra a dengue.


2c4844e1ebded52468fc083986fc6c20_XLNo período de chuvas, a população precisa ficar ainda mais atenta para evitar a proliferação da dengue, em decorrência da elevação dos focos de água parada. De acordo com a coordenadora estadual do programa de combate à dengue, Geane Andrade, o período de verão dispenda cuidados.

“Estamos entrando no período crítico no que se refere à transmissão de dengue. A temperatura mais elevada, o nível de chuvas aumentado e o período de férias, podem favorecer a proliferação do vetor de transmissão da dengue, o Aedes aegypti. Por isso, é muito importante que a população siga algumas recomendações”, diz a coordenador.

Geane Andrade ainda esclarece que, em mais de 80% dos casos, o foco do mosquito está dentro das residências. “Faça a checagem toda semana e não deixe que o mosquito se multiplique. Ele leva de 7 a 10 dias para passar do ovo à fase adulta. Por isso, o ideal é que cada um faça sua parte e se junte nessa luta contra a doença”, explica.

A dengue é uma doença infecciosa febril transmitida por um mosquito e dura em torno de 10 dias. Os sintomas são: febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e adultos.

prevencao contra dengue 2Dicas de prevenção

– Cuidado especial no armazenamento e destinação do lixo, mantendo-o em recipiente fechado e disponibilizando-o para recolhimento pela Limpeza Urbana na frequência usual;

– Jamais descarte o lixo ou qualquer outro material que possa acumular água no quintal de casa, no quintal de vizinhos, na rua ou em lotes vagos;

– Mantenha a caixa d’água sempre limpa e totalmente tampada;

– Mantenha as calhas livres de entupimentos para evitar represamento de água nas mesmas;

– Elimine os pratinhos de vasos de plantas; caso não seja possível mantenha-os limpos e escovados pelo menos três vezes ao dia;

– Mantenha limpos e escovados os bebedouros de animais domésticos; a água deve ser trocada diariamente;

– Mantenha piscinas sempre em uso e devidamente tratadas;

– Atenção especial ao sair de férias para que esses cuidados estejam garantidos na ausência do morador;

– Caso perceba a manifestação de qualquer sintoma de dengue, procure imediatamente o centro de saúde mais próximo.

Publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Dengue, Doença, Guarulhos, Prefeitura de Guarulhos, Saúde, Saúde e lazer, Saneamento, São Paulo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário