Aprenda a montar uma cadeira de rodas para cachorros tetraplégicos por 100 reais.


DEFICIENTE CIENTE.

O casal Julia Bobrow e Daniel Guth tinha uma linda cadela tetraplégica, a Mocinha.

Da Redação

946229_377338209034063_1180385930_n13576_543805455630145_1254108867_nO casal Julia Bobrow e Daniel Guth tinha uma linda cadela tetraplégica, a Mocinha. A dupla contava a rotina da peluda na página do Facebook Diário de uma Mocinha. Infelizmente, a vira-lata morreu em setembro do ano passado. Em seguida, seus pais lançaram o livro Desistir Nunca Foi uma Opção para homenageá-la. A publicação possui um tutorial de construção de uma cadeira de rodas para cachorros tetraplégicos, por um valor de cerca de 100 reais. Julia e Daniel gentilmente cederam ao blog o passo a passo da montagem. Confira abaixo:

download (1)MATERIAL

Duas barras de cano PVC 20mm de 3 metros de comprimento cada
Quatro rodinhas de carrinho de feira
Oito cotovelos para cano de PVC 20mm
Quatro “Ts” para cano de PVC 20mm
Dois eixos (barra rosqueada de aço) de 1 metro de comprimento cada
Quatro porcas e arruelas do tamanho da barra rosqueada
Toalha ou tecido firme para segurar o corpo do cão
Agulha e linha de costura
Serrote para cano PVC
Furadeira com broca para a medida das barras de ferro
Lixa fina
Trena
Tesoura
Informações gerais: não será utilizada cola. Apenas o encaixe dos canos com os cotovelos e os T’s é suficiente e seguro. Será necessário lavar a toalha ou o tecido que segura o corpo do cão, portanto, o carrinho deverá ser montado para ser facilmente desmontado.

TUTORIAL

1. Com a trena, meça as distâncias entre a base da cauda do cachorro até a cabeça (medida #1) e entre a axila e o pé, com a pata semi-estendida (medida #2). Meça a traseira do cão (medida #3). Anote todas as medidas.
2. Pegue os canos e, com o serrote, corte dois pedaços da medida #1. Se ficarem cantos pontiagudos, lixe as pontas. Reserve. Depois, corte quatro pedaços de cano com a medida #2. Reserve também. Corte dois pedaços do restante dos canos com a medida #3.
3. Pegue quatro cotovelos e fure-os no sentido indicado na foto abaixo. Verifique se o furo é suficiente para passar a barra rosqueada.
4. Meça no cachorro a distância entre as patas, como se ele estivesse em pé. Com a toalha ou o tecido estendido, marque com um círculo a localização da cada pata e, com uma tesoura, corte em círculos as aberturas para cada uma. Verifique a grossura da coxa do seu cão para não prender a circulação do sangue. Com a linha de costura e a agulha, faça o acabamento de cada abertura.
5. Com o tecido em mãos e já com as aberturas para as patas finalizadas, corte-o com uma folga de, pelo menos, 25 centímetros de borda ao lado, a partir das aberturas das patas, e 10 centímetros à frente e atrás. Costure o tecido nos dois canos de PVC que têm a medida #1. Esta será a sustentação do cão, portanto, faça costura com linha dupla e muito reforço.
6. Para a montagem, pegue os cotovelos inteiros e os furados, os T’s e todas as partes cortadas dos canos de PVC, incluindo os dois maiores já com o tecido costurado.
7. Na finalização, pegue as duas barras de aço e passe pelos furos dos cotovelos da frente e da traseira da cadeirinha. Passe as rodinhas e encaixe-as nos cotovelos. Insira as arruelas e as porcas para manter as rodas firmes porém girando. Serre as sobras dos canos. Ao final da porca, coloque um arame torcido bem pequeno para a porca não girar até escapar.
Para paraplégicos, o modelo deve ser adaptado, pois não são necessárias as rodas da frente.
Fonte: Carolina Giovanelli, Blog Bichos / Veja São Paulo

 

Anúncios

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, Curiosidades, Deficiência, Deficiência fisica, Inclusão social, Noticías do Mundo, Saúde e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s