TUCANOS QUERIAM VENDER O PRÉ-SAL A ESTRANGEIROS.


Blog Dilma Rousseff.

1413573021_tucano_ladrao5-780x472Sem propostas para apresentar à população, o tucano Aécio Neves prefere especular sobre supostas irregularidades no comando da Petrobras do que se atentar à maior descoberta dos últimos tempos: o pré-sal, que coloca o Brasil entre os maiores produtores de petróleo do mundo.

Nos governos Lula (2003 a 2010) a Petrobras deu um salto tecnológico que a tornou capaz de extrair petróleo a 7 mil metros de profundidade, a 300 km da costa. Com Dilma, a produção do pré-Sal atingiu a marca histórica de 540 mil barris diários, apenas oito anos após a descoberta de uma das maiores jazidas do planeta.

Com o Pré-Sal, cujas reservas estão estimadas em 35 bilhões de barris, o Brasil dobrará a produção até 2020, chegando a 4,2 milhões de barris diários, tornando-se um dos maiores exportadores mundiais de petróleo.

Ao invés de entregar a maior riqueza do povo brasileiro a empresas estrangeiras, como queriam os tucanos, os governos do PT optaram pelo modelo de partilha, garantindo a maior parte dos lucros para a União e subordinando a exploração do Pré-Sal ao projeto de desenvolvimento industrial e tecnológico do país, dinamizando várias cadeias produtivas.

Nas próximas três décadas, o petróleo que jorra das profundezas do mar destinará cerca de R$ 1,3 trilhão à educação e à saúde, graças à nova legislação sancionada pela presidenta Dilma em 2013.

Só como comparativo, em 2002, no final do governo tucano de Fernando Henrique Cardoso, a Petrobras não valia mais que US$ 15,4 bilhões. Lula e Dilma multiplicaram por sete: US$ 110,8 bilhões era, no início de agosto de 2014, o valor de mercado de uma empresa que não tem preço e que, se depender do povo brasileiro e dos governos do PT, jamais será vendida.

Pensando mais no lucro imediato dos grandes acionistas do que nos interesses do Brasil, a Petrobrax dos tucanos investiu menos de R$ 19 bilhões em 2002; com Lula e Dilma, o investimento saltou para R$ 104 bilhões em 2013. Graças a essa decisão estratégica, a produção, que era de 1,5 milhão de barris diários em 2002, subiu para 1,97 milhão em 2013 e não para de crescer.

 

Anúncios

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, economia, Governo, Governo Federal, meio ambiente, Natureza, Serviço social e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s