Janot pede ao STF arquivamento da investigação de Aécio Neves (PSDB) na Lava Jato.


Do G1, com informações do JN.

Um dos sete pedidos de arquivamento é o do senador, informou JN.
PGR pediu abertura de inquérito para investigar cerca de 45 políticos.

downloadO procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento da investigação referente ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Operação Lava Jato, informou nesta quinta-feira (5) o Jornal Nacional.

Ao todo, Janot enviou ao Supremo 28 pedidos de abertura de inquérito que envolvem 54 pessoas – entre as quais cerca de 45 políticos de vários partidos, como os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – e sete pedidos de arquivamento.

A expectativa é que os nomes e os motivos para os pedidos de investigação ou de de arquivamento sejam divulgados nesta sexta-feira (6), após decisão do ministro do Supremo Teori Zavascki, relator no tribunal dos processos referentes à Lava Jato.

aecio-nevesAo jornal “O Estado de S. Paulo”, Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, afirmou ter recebido a notícia do arquivamento como uma “homenagem”.

O parlamentar disse que “setores do governo” tentam envolver a oposição na investigação da Operação Lava Jato.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo nega. Nesta quinta (5), ele convocou entrevista coletiva em Brasília para dizer que repudia a manifestação de “parlamentares da oposição” que afirmaram que o governo teria agido para incluir deputados e senadores na lista de políticos envolvidos na Lava Jato. Cardozo não citou nomes.

“O governo conhece o campo das suas atribuições. E é nessa perspectiva que posso afirmar que, no passado, se governos agiam dessa maneira, se fugiam da legislação pra afastar investigações ou incluir, não nos meçam por régua antiga. Portanto quero manifestar meu repúdio à afirmação de que tenhamos tentado influenciar qualquer investigação”, afirmou Cardozo durante entrevista coletiva no Ministério da Justiça.

Aécio Neves comentou à noite as declarações de Cardozo. Ele disse que o ministro tem se comportado cada vez mais como “militante partidário” e “advogado do PT.

Anúncios

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, Brasil, Governo, Governo Federal, Inclusão social, Noticías do Mundo, Serviço social e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s