Mulher tetraplégica realiza sonho de ser mãe e cuida da filha de 2 anos.


Do G1 RS.

Casada, Vitória Bernardes divide as tarefas com o marido, pai da menina.
Ela ficou tetraplégica aos 16 anos e superou limites para ser mãe.

4162211_x360 (1)Abraçada à pequena Lara, de apenas dois anos, a psicóloga Vitória Bernardes abre um sorriso de realização. Com a chegada da menina, ela descobriu que superar limitações é possível. Tetraplégica após ser vítima de uma bala perdida aos 16 anos, quando estava em frente à casa da avó, Vitória engravidou com autorização dos médicos e hoje divide os cuidados da pequena com o marido .

“Nós namorávamos e falávamos no desejo dele ser pai. Eu não tinha certeza se eu daria conta. Porque todos olham para pessoas com deficiência como se tivessem que ser cuidadas, e não com a capacidade de cuidar. Acho que acabei de internalizando isso e, de certa forma, não me via capaz de exercer a maternidade”, relembra ela.

Mas o anúncio da chegada de Lara mudou as perspectivas. Vitória tomou todos os cuidados necessários com a gravidez e se preparou para o futuro como mãe. “Queria que ela soubesse o quanto amo ela, o quanto ela é maravilhosa. Mesmo dentro da barriga, ela já estava fazendo de mim uma pessoa melhor. No dia da cesárea, eu não tive medo. Estava segura e serena”.

CEbWrYNWIAE28gpVitória convive com suas limitações. Não é possível, por exemplo, dar banho em Lara. Porém, ela encontrou outras tarefas que se tornaram parte de seu dia a dia como mãe. Entre outras tantas responsabilidades da maternidade, ajuda a escolher as roupas da pequena e encontrou uma maneira de ajeitar a colher para dar comida.

“Eu não mexo as mãos, não troco fraldas. Mas posso dar comida, posso engatar uma colher e dar comida. É legal, porque ela tem dois anos e come sozinha, mas quando ela está de ‘dengo’, ela pede e é uma delícia”, aponta. “Eu não dou banho, mas pego a roupa. Uma coisa que me ajuda muito na autoestima e a me reconhecer como mãe é algo que ninguém pode fazer por mim, que é amamentar minha filha”, comemora.

 

Anúncios

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, Blog, Brasil, Deficiência, Deficiência fisica, Inclusão social, Medicina, Saúde, violência e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s