A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência à qual Vereador Claudilson Pezão faz parte debate isenção tarifária para pessoas com problemas de saúde mental.


Câmara Municipal De Guarulhos; por Giselle Ianson; Foto: Nico Rodrigues.

Reunião foi realizada na Secretaria de Transportes e Trânsito e contou com a participação dos vereadores Elmer Japonês e Pezão.

12039460_1629830120625417_3307139737705192089_nA Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência participou de uma reunião na Secretaria de Transportes e Trânsito para tratar sobre o projeto de isenção tarifária no transporte público, na última sexta-feira (25). O diretor financeiro da Pasta Rodnei Otávio Minelli fez uma exposição para os parlamentares Elmer Japonês (PSC) e Pezão (PT) sobre a situação da isenção tarifária para deficientes e acompanhantes.

Em sua explanação, o diretor financeiro apontou que, com os números de CID (Classificação Internacional de Doenças) indicados para inclusão no projeto, 2.240 novos beneficiários que utilizam o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) seriam incluídos na isenção, gerando um custo mensal estimado em R$1,6 mi.

Rodnei explicou que é preciso indicar a fonte de novos benefícios de isenção tarifária. “A inclusão de novos benefícios para pessoas que utilizam o atendimento psicossocial precisa vir com indicação da fonte. Por isso, levantamos o custo e a Secretaria da Saúde precisaria dizer de onde viria o aporte para custear a isenção dessas pessoas”, destacou.

Elmer Japonês falou sobre a possibilidade de fazer uma propositura de isenção tarifária para pessoas em tratamento de saúde mental separado do projeto de deficientes físicos. “O custo ficou muito alto e vai ser difícil o prefeito sancionar”, destacou. O parlamentar disse ainda que a intenção da Frente é fazer fóruns de debate, discutir a questão e até tentar conseguir algum recurso federal para essas novas isenções.

O parlamentar Pezão afirmou que é preciso pensar na inclusão. Para ele, é necessário ponderar a possibilidade de uma emenda para incluir as pessoas que têm tratamento na área de saúde mental no CAPS nesse projeto. “Não podemos esperar outra chance para incluir essas pessoas”, afirmou. O vereador acredita na possibilidade de dividir o custo do benefício com as Pastas que estão envolvidas com a questão.

150881_476882685698410_2110232154_n43

Anúncios

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Deficiência, Guarulhos, Inclusão social, Prefeitura de Guarulhos, Saúde, São Paulo, Serviço social, Transporte, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s