Comissão de Direitos Humanos á qual vereador Claudilson Pezão faz parte discute quatro projetos de autoria da Prefeitura.


Câmara de Guarulhos, por Giselle Ianson; Foto: Vera Jursys.

2015-11-10_ comissao direitos humanos - Vera_00003A Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Habitação, Assistência Social e Igualdade Racial realizou sua reunião ordinária nesta terça-feira (10) com a participação dos parlamentares Romildo Santos (PSDB) e Pezão (PT). Eles analisaram quatro projetos de autoria da Prefeitura. Os vereadores decidiram dar parecer favorável ao PL 3954/2015, que dispõe sobre a permissão para embarque e desembarque de passageiros com deficiência ou mobilidade reduzida fora dos pontos e das paradas oficiais.

Pezão destacou que o projeto trata de uma reivindicação antiga de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. “Depois do aumento do número de ônibus adaptados na cidade, há uma maior circulação de pessoas com deficiência. Um dos principais problemas é justamente o da parada do ônibus que, muitas vezes, fica distante e causa dificuldades”, destacou.

Romildo Santos também defendeu a iniciativa. “É um projeto importantíssimo já que a cidade tem problemas de mobilidade urbana, principalmente em relação às calçadas”, disse. O vereador destacou ainda a necessidade de a Prefeitura instruir corretamente os motoristas e cobradores para atender a população.

Também recebeu parecer favorável o PL 4199/2015, sobre a alteração a Lei nº 2282, de 30 de novembro de 1978 e dá providências correlatas. O projeto trata da cessão de área para a Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris.

Ao analisar o PL 4493/2015, sobre a desafetação de áreas públicas localizadas no Loteamento Parque Continental – Gleba 2 para fins de regularização fundiária de assentamento urbano irregular consolidado, o parlamentar Romildo Santos decidiu estudar melhor o projeto.

Por fim, a Comissão vai pedir mais informações ao Executivo sobre o PL 3731/2015, que dispõe sobre exclusão da Área 25 – Jardim Zimbardi do Anexo I, da Lei nº 3283, de 4 de dezembro de 1987. O projeto retira algumas famílias que estão perto de um córrego e as inclui no Programa Minha Casa Minha Vida. Entre os questionamentos, a Comissão irá perguntar sobre as coordenadas exatas da área e sobre o cadastramento das famílias no programa Minha Casa Minha Vida.

Sobre claudilsonpezao

Sou Claudilson Leite Pereira, mais conhecido como Pezão. Nasci em Prado (BA), em 15 de julho de 1966. Sou casado e pai de duas filhas. Moro em Guarulhos – SP. Em 6 de fevereiro de 2000 fiquei paraplégico. Apesar da deficiência, comecei a dedicar-me a causas sociais e, em 2003, filiei-me ao Partido dos Trabalhadores, dando início a minha carreira política. Atuo no Setorial da Pessoa com Deficiência, no PT. Cursei Tecnologia em Processos Gerenciais na Universidade Metodista em 2010. Minha história de vida é marcada por superações e conquistas. Fui eleito vereador por Guarulhos, para o mandato de 2013 a 2016. Espero em Deus realizar um trabalho digno que melhore a qualidade de vida das pessoas.
Esse post foi publicado em Acessibilidade, Blog, Bonsucesso, Brasil, Deficiência, Deficiência fisica, Inclusão social, Instituto Butantan, Prefeitura de Guarulhos, São Paulo, Transporte, Vereador Claudilson Pezão, Vereador Pezão e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s